Apneia: Estréia de Maurício Eça no cinema.

#Desireé aqui! Oi, gente!

Filme brasileiro é algo que eu curto muito. Sempre me divirto vendo e acho incrível que eles mostrem a cultura brasileira. Do sertão nordestino á favelas, o cinema brasileiro engloba quase todos os cenários do nosso país. Faltava um filme que delineasse os super ricos brasileiros e suas vidas abastadas não é?. Não falta mais. Maurício Eça escreveu e dirigiu Apneia, filme sobre garotas ricas e entediadas que mergulham em festas, drogas e sexo pra tentar esquecer de si mesmas ou pra tentarem se encontrar. Um cenário novo utilizado em filmes nacionais e igualmente interessante. Ponto pra Eça. Aliás, é a estréia do diretor de videoclipes no cinema.

Não preciso dizer que a fotografia do filme é caprichada e a trilha sonora é bem boa não é? São um ponto forte num roteiro que não é lá essas coisas. Mas sou da opinião que poucos autores fazem obras – primas na primeira tentativa e Eça não foi diferente.

O filme tem diálogos sem graça e a sustentação do longa fica por conta das atrizes principais. Chris é a protagonista e foi vivida por Marisol Ribeiro que arrasou na pele da pobre menina rica. Senti a angústia de Chris e sua desorientação como se elas fossem também minhas (Só uma atriz visceral consegue isso,acredito eu). As outras meninas são Julia e Giovanna (Thaila Ayala e Marjorie Estiano respectivamente). Thaila também está bem no papel e foi fácil ter compaixão por Julia. Marjorie é sempre incrível em tudo que vejo fazendo,mas achei  a sua personagem sem carisma nenhum (Talvez a história dela no filme não tenha me comprado, de qualquer forma).

apnéia

Apneia vale a pena?

Não foi o que eu esperava,mas consegui me conectar com as personagens principais e com o que elas viveram no espacinho de tempo de um filme. Achei o final bonito, poético e esperançoso, mas também morno. Senti que tudo precisava de uma continuação porque acho que acabei torcendo um pouquinho por Chris, Julia e Giovanna. Não sei se é porque elas têm quase a mesma idade que eu ou porque,assim como elas,eu também me sinto absurdamente perdida na vida em alguns momentos. Não sei. Sei que senti uma empatia muito grande por cada uma delas.

Marjorie, Thaila e Marisol.

Marjorie, Thaila e Marisol.

Recomendo sim. Não recomendo do tipo: “Cara, você tem que ver”. Mas sim do tipo: “É uma nova e talentosa voz contando uma história,vale a pena ouvir”. Sim, Maurício é talentoso e sim,estou esperando por novos filmes dele. Acho que ele pode fazer coisas incríveis. Vamos esperar (Em tempo, o diretor já disse que tem projetos para o cinema no gatilho).

Beijo 🙂

Anúncios

1 comentário

  1. Cris Campos · agosto 5, 2015

    Se você recomenda, vou então conferir. 😉

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s